Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

O Mundo aos olhos da Joana

O Mundo aos olhos da Joana

Sab | 25.02.17

Por um mundo melhor...

Bebé morre no ventre da mãe à espera de obstetra no hospital da Guarda

 

A notícia é realmente triste, não se percebe o que aconteceu para que esta mãe não fosse assistida a tempo. A notícia é demasiado entristecedora para me apetecer criticar o que quer que seja.

Não se sabe o que aconteceu para que o obstetra não chegasse a tempo de salvar a criança (também não é certo que o conseguiria mesmo chegando a tempo, mas nunca se saberá). Pode haver 1001 motivos para não ter chegado a tempo...Podia estar com outros pacientes que precisassem igualmente dele, ou pode ser mesmo incompetência, mas não quero acreditar em tal coisa, porque se foi, é, não só, péssimo profissional, mas também péssimo ser humano.

 

Mas pior que esta notícia foi a que vi recentemente: 

Registo cardíaco de bebé que morreu na Guarda desapareceu

 

Ora depois de ver esta notícia parece-me que alguém tenha receio do que se possa descobrir.

Todos cometemos erros, todos em algum momento desempenhamos mal a nossa profissão, mas é necessário assumir o erro e corrigi-lo para que não se volte a repetir. Neste caso, o erro (porque começo achar que foi mesmo incompetência, ou o que queiram chamar, do médico e não só) pagou-se caro. Uma criança morreu mesmo antes de ter nascido, e a tão pouco tempo de nascer...e agora que o caso está a ser investigado os registos desaparecem. Demasiada coincidência não?

 

Se querem emendar o erro (porque acho que há mais que um culpado nesta história) assumam-no! Vai haver consequências? Pois vai, todos os nosso actos têm consequências, sejam boas ou más. Admitir um erro é, pelo menos, mostrar que ainda existe o peso da consciência, o bom senso, a humildade de o fazer e o arrependimento. 

Mas as consequências de admtir um erro  como este são demasiado pesadas não é? Lá está o ser humano a pensar mais em si e menos nos outros. Sabem que erram, mas continuam a errar, sabendo que há alguém que sofre pelos nossos erros..

 

É triste, é muito triste...e espero do fundo do coração que toda a verdade se descubra. Esta mãe merece, pelo menos, a verdade. Espero que estes pais nunca desistam deste caso até que se saiba a verdade e que os culpados, pela negligência, paguem pelos seus erros. Pior que errar é não admitir o erro.

 

Lamento imenso!

 

Era de louvar se os culpados de toda esta situação se acusassem...já que não conseguem corrigir um erro, pelo menos não cometam outros!

 

 

1 comentário

Comentar post